Segurança Presente nas Estradas é apresentado a empresários

  • Publicado em Matérias

Governo busca parcerias para viabilizar programa

Segurança Presente nas Estradas é apresentado a empresários Segurança Presente 4O governador Wilson Witzel e o secretário de Governo e Relações Institucionais, Cleiton Rodrigues, apresentaram na quinta-feira (28/11) à empresários do setor de transporte de cargas o programa Segurança Presente nas Estradas.

O Governo do Estado busca parcerias para viabilizar o projeto de combate ao roubo de cargas no estado do Rio de Janeiro. O projeto-piloto prevê a criação de um fundo especial que poderá receber recursos públicos e privados. Segundo o governador, uma mensagem será enviada à Assembleia Legislativa do Estado (Alerj) nas próximas semanas.

- Este programa será inovador a nível de Brasil. Nós estamos acreditando muito na iniciativa. O Governo também colocará dinheiro no Segurança Presente nas Estradas e algumas empresas já se prontificaram a fazer pesados investimentos – afirmou o governador Wilson Witzel no encontro que ocorreu no auditório da Bolsa de Gêneros Alimentícios do Estado do Rio de Janeiro, na Penha.

Segurança Presente nas Estradas é apresentado a empresários Segurança Presente 22 Eliane Carvalho RJO Segurança Presente nas estradas busca reduzir o roubo de cargas em 30% a cada ano, a contar da data de inauguração do programa. A intenção é que a iniciativa seja posta em prática já no primeiro trimestre de 2020. 

Segundo o secretário de Governo e Relações Institucionais, Cleiton Rodrigues, cada equipe do programa custará aproximadamente R$ 1,7 milhão ao ano. Já os equipamentos, como motos, carros, coletes, incluindo tecnologias como scanners chegarão ao valor de R$ 3,9 milhões. O Governo do Estado pretende comprar sensores que captam as placas dos caminhões, entre outras informações disponibilizadas por meio de um banco de dados.

- Vamos atuar nos moldes e modelos da Lei Seca com blitzes móveis. Vamos integrar 11 órgãos do Estado. A exemplo da Lei Seca, teremos as abordagens filmadas. Teremos várias equipes que trabalharão 24 horas por dia.  Estamos falando em prejuízos anuais de quase 10 bilhões perdidos no estado. Queremos transformar as estradas do Rio de Janeiro nas mais seguras do país – informou Rodrigues.