TCE aprova contas da Prefeitura de Belford Roxo

TCE aprova contas da Prefeitura de Belford Roxo 2 APROVADAS CONTAS NO TCEA Prefeitura de Belford Roxo recebeu pareceres prévios favoráveis à aprovação de suas contas referentes ao ano de 2017. O parecer partiu do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ), através de relatos dos conselheiros, Rodrigo Melo do Nascimento e Christiano Lacerda Ghuerren. A decisão mostra que o prefeito Wagner dos Santos, o Waguinho, aplicou corretamente os investimentos destinados em Saúde e em Educação. As contas de 2016, do governo anterior, foram rejeitadas pelo TCE.

 

De acordo com o TCE, Waguinho teve um desempenho satisfatório: “utilizando 25,14% e 15,51% da receita arrecadada, através de impostos próprios, decorrentes de transferências, enquanto que os mínimos são de 25% e 15%”. Ainda no parecer o TCE reconhece as dificuldades encontradas pelo prefeito ao assumir o município em 2017. “É relevante destacar que o prefeito assumiu a gestão do Município de Belford Roxo no início de 2017 e logrou reduzir o excesso em mais de um terço nos dois primeiros quadrimestres de seu mandato, cumprindo assim a Lei de Responsabilidade Fiscal”, argumentou o conselheiro Rodrigo Melo.

Mergulhada em dívidas

Ao assumir a Prefeitura em 1º de janeiro de 2017, Waguinho encontrou a cidade devastada, falida e mergulhada em uma dívida de cerca de R$ 500 milhões. O Hospital Municipal estava fechado, abandonado e nenhuma unidade de saúde funcionava. As principais vias do município estavam tomadas por buracos e lixo.  As escolas municipais sucateadas, em precário estado de conservação e as creches sem funcionar.

Dois anos de trabalho, apenas, foram suficientes para a cidade sair do caos. As dívidas foram sanadas e o funcionalismo recebe seus vencimentos em dia. O Hospital Municipal foi completamente reformado e equipado e a população dispõe de três emergências funcionando 24 horas. “Fico feliz em saber que as contas foram aprovadas, pois trabalho sério e com dedicação para fazer de Belford Roxo uma cidade de todos os cidadãos”, resumiu Waguinho.

Na área da Educação, a Prefeitura reformou mais de 30 escolas que estavam sucateadas e sem condições de funcionar. Outras cinco unidades estão sendo construídas para aumentar o número de vagas. Seis creches também estão com obras em andamento. A Secretaria de Educação também distribuiu material escolar moderno, melhorando assim a qualidade do ensino. "Além disso, mudamos o cardápio da merenda, que é todo elaborado por nutricionistas. Só entram alimentos nutritivos. Meu objetivo é colocar a Educação de Belford Roxo como uma das melhores do Estado do Rio e do Brasil", destacou Waguinho.

WJT - Mármores e Granitos