Justiça investiga sumiço de arquivos da Lava Jato no Rio

  • Publicado em Jornal

Duas pastas do sistema de arquivos sobre operações da Lava Jato no Rio sumiram da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, comandada pelo juiz Marcelo Bretas, segundo informou um jornal carioca.  O caso está sendo investigado pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2). Os documentos fazem parte de ações antigas e em andamento. Caberá ao setor de tecnologia do TRF apontar se o que ocorreu foi um ataque cibernético ou um erro no sistema.

 

Segundo o veículo, o problema aconteceu há cerca de um mês e foi o primeiro da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, que conta com uma estrutura para evitar ataques de hackers e com varreduras para evitar grampos. Alguns documentos que estavam no sistema são sigilosos e os arquivos foram recuperados logo depois porque havia backup. O TRF também aprovou escolta para o juiz Marcelo Bretas. Na 7ª Vara, tramitam os casos relativos aos pagamentos de propina a agentes políticos do estado, sendo o mais notório deles o ex-governador Sérgio Cabral.

WJT - Mármores e Granitos
Funerária Nova de Xerém
SAF520X231.jpg