Polícia Federal combate extração ilegal de areia no estado do Rio

Mandados são cumpridos em Caxias e Belford Roxo

Policiais federais fizeram na quarta-feira (15/6) uma operação contra a exploração ilegal de um areal em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, no estado do Rio de Janeiro.

A Operação Mineralis, da Polícia Federal (PF), cumpre dois mandados de busca e apreensão em Caxias e Belford Roxo, também na Baixada.

As investigações começaram em março de 2021 depois da prisão em flagrante do administrador do areal, de um transportador da areia extraída e de um vigia, que informava sobre a aproximação de policiais, anunciou a PF.

Leia também: Deputados discutem reintegração de agentes excluídos de órgãos de Segurança Pública

No andamento das investigações, constatou-se que havia pagamento de propinas a policiais para que não combatessem a prática ilegal.

De acordo com a Polícia Federal, explorar ilegalmente areia é considerado crime de usurpação contra a União, além de causar danos ambientais. Os investigados, cujos nomes não foram divulgados, responderão por associação criminosa, usurpação, crime ambiental e corrupção ativa. (Agência Brasil)

MEDCOR Exames Cardiológicos