Belford Roxo é vice-campeão em geração de empregos na Baixada Fluminense

Depois de se destacar na pesquisa realizada pela Consultoria Marcoplan como a segunda cidade – entre as 100 principais do Brasil – que mais salva vidas na pandemia, Belford Roxo novamente “chega ao pódio” como vice-campeã no levantamento da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (através da plataforma Retratos Regionais) entre as cidade da Baixada Fluminense com o melhor desempenho na geração de empregos.

De janeiro a maio foram 812, divididos entre os setores da indústria, comércio, serviços e agropecuária.

O levantamento da Firjan mostra que a Baixada Fluminense teve saldo de 5.861 empregos nos cinco primeiros meses do ano. Belford Roxo ficou em segundo lugar (+812). O acumulado da Baixada Fluminense nos últimos 12 meses é de 13.314 empregos.

Leia também: Belford Roxo faz obras nos Bairros Parque Suécia e Santa Teresa

Um dos setores mais ativos de Belford Roxo é o comércio. Em julho, o município ganhou duas lojas da Magazine Luiza e uma fábrica da Elanco, que é uma empresa global de saúde animal que desenvolve produtos e serviços para prevenir e tratar doenças em animais domésticos e de produção em mais de 90 países. A empresa se instalou em uma área do complexo industrial da Bayer. Os cálculos é que com a Elanco e a Magazine Luiza foram gerados cerca de 400 empregos.

O prefeito Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho, comemorou o resultado do levantamento da Firjan, destacando que Belford Roxo é viável para investimentos, pois a cidade dispõe de toda infraestrutura para receber empresas. “Belford Roxo fica à beira da rodovia Presidente Dutra, próximo ao Arco Metropolitano, Linha Vermelha e Avenida Brasil, facilitando assim o escoamento de produção. Além disso, investimos no asfaltamento e urbanização de diversas ruas. Fizemos também um ordenamento nos principais centros comerciais, como Lote XV, Farrula, Heliópolis e Centro. O resultado apontado pela Firjan mostra que estamos no caminho certo, pois em 2017, quando assumi, o município não dispunha de nenhuma infraestrutura. Estamos mudando para melhor essa situação”, avaliou o prefeito.