Jornal Capital

Estabelecimentos de saúde terão que exibir tabela de preços

Estabelecimentos de saúde terão que exibir tabela de preços Banco de ImagemHospitais, clínicas, laboratórios e outros estabelecimentos de saúde privados são obrigados a divulgar uma tabela com todos os serviços prestados e seus respectivos preços. É o que define a Lei 8784/2020, publicada no Diário Oficial do Executivo nesta sexta-feira (03/04) e sancionada pelo governador Wilson Witzel.

Receita libera entrada de 500 mil testes de Covid-19 em tempo recorde

Até o fim de abril, 5 milhões de kits devem chegar por Cumbica

Receita libera entrada de 500 mil testes Reuters Direitos reservadosPor meio da simplificação de procedimentos implementada após a disseminação da pandemia do novo coronavírus, a Receita Federal liberou, em tempo recorde, 500 mil kits de testes de detecção rápida para a covid-19. Em 68 minutos, a alfândega do Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (SP), desembaraçou o primeiro lote de testes importados da China.

Lista de espera de procedimentos médicos do SUS será publicada na internet

Lista de espera de procedimentos médicos do SUS será publicada na internet Banco de imagemO Poder Executivo será obrigado a publicar na internet a lista de espera para procedimentos médicos feitos por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), como cirurgias, consultas com especialistas e exames de alto custo. É o que propõe a Lei 8.782/2020, publicada no Diário Oficial do Executivo nesta sexta-feira (03/04) e sancionada pelo governador Wilson Witzel.

Governo do Estado e MetrôRio decidiram manter a atual tarifa do metrô no valor de R$ 4,60

O Governo do Estado e o MetrôRio, diante da crise provocada pela disseminação do novo coronavírus e entendendo os problemas sociais decorrentes da pandemia, decidiram, em conjunto, manter a atual tarifa no valor de R$ 4,60, durante 30 dias. O novo valor da tarifa, de R$ 5, foi homologado no dia 28 de fevereiro pela Agetransp, com vigência a partir desta quinta-feira (02/04).

MSF pede que não sejam criadas patentes sobre tratamentos e vacinas contra o novo coronavírus

Organização alerta que falta de acesso devido a preços altos, assim como oferta insuficiente, pode prolongar a pandemia da Covid-19

A organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) pediu que não sejam dadas patentes e que não se faça especulação sobre medicamentos, testes ou vacinas desenvolvidos para combater a pandemia de Covid-19, causada pelo novo coronavírus. Pediu também que governos se prepararem para suspender e substituir patentes e tomar outras medidas, como controle de preços, para garantir disponibilidade, reduzir preços e salvar mais vidas.