Eleições do Rio podem elevar Paes ao Governo do Estado

Convenções realizadas nos quatro cantos do estado, muitos deputados candidatos à prefeito em suas bases e o futuro do política fluminense em jogo. Com todos estes ingredientes, as eleições municipais que se aproximam ganham muito em importância e podem ser decisivas para mudar os rumos do pleito de 2014, quando será escolhido o sucessor de Sérgio Cabral.

Com as campanhas chegando ás ruas, o foco político da Assembleia Legislativa se volta também para as principais cidades do estado e esta coluna seguirá o mesmo rumo, a começar pela capital. A disputa no Rio, que até pouco tempo apontava para uma reeleição tranquila de Eduardo Paes (PMDB), ganhou em emoção com a impensável aliança entre o ex-prefeito, César Maia e o ex-governador, Anthony Garotinho que lançaram a candidatura de Rodrigo Maia (DEM) para prefeito, tendo ao lado uma das mais promissoras políticas do estado, Clarissa Garotinho (PR) como vice. No entanto, não é somente esta briga que gera expectativa na política carioca. O nome de outro deputado, vem despertando o interesse de uma classe de formadores de opinião, artistas e dos “votos rejeitantes” aos sobrenomes Paes, Maia e Garotinho: Trata-se de Marcelo Freixo (Psol).

A campanha de Freixo já causa divergências em partidos da base de Eduardo Paes e até mesmo no grande aliado PT, que indicou o nome do seu vice, vereador Adilson Pires. Dissidentes ligados ao Senador Lindbergh Farias (PT) defendiam a candidatura própria e migraram para o apoio a Marcelo Freixo após a decisão por uma aliança. Parte do PDT também já desistiu de apoiar Paes e abraçou a candidatura de Freixo.

Em contrapartida, se vencer essa batalha, Eduardo Paes poderá ver seu nome lançado ao governo do estado em 2014. A ideia inclui uma pressão sobre o PT para impedir que Lindbergh dispute com Eduardo Paes o cargo. O plano prevê que, em troca da desistência de Lindbergh, o PT apoiaria Paes mais uma vez e herdaria a Prefeitura com Adilson Pires que poderia concorrer ainda a reeleição em 2016.

MEDCOR Exames Cardiológicos
MEDCOR Exames Cardiológicos