Como crescer sem os jovens?

O Brasil ainda tem uma dívida grande na construção de políticas sociais efetivas para os jovens. Sobretudo, para os mais pobres. Nas comunidades onde as desigualdades são mais evidentes, mais claros também ficam os problemas da juventude, cujo acesso às instituições e benesses sociais é bem mais difícil do que para aqueles nascidos em ambientes mais favorecidos.

O País ainda não oferece oportunidades iguais para que todos os jovens aproveitem o ambiente de crescimento econômico e de diminuição de desigualdade alcançado na última década. Falta continuidade em nossas políticas de inclusão da juventude.

As políticas de qualificação profissional, por exemplo, não incluem o acompanhamento e a orientação dos jovens mais pobres na obtenção do primeiro emprego. Entretanto, eles integram o conjunto de pessoas que, efetivamente, pressionam a economia para a criação de novos postos de trabalho. Pelo menos metade dos desempregados no País são jovens, com idades entre 18 e 29 anos.

Isso não significa, contudo, que não temos boas iniciativas de políticas dirigidas aos mais jovens, especialmente àqueles que vivem em comunidades carentes. Há, por exemplo, O Programa de Proteção de Jovens em Território Vulnerável (Protejo), oferecido em algumas comunidades pobres de grandes cidades a jovens comprovadamente em situação de alta vulnerabilidade social, em particular àqueles em maior risco de conflito com a lei, praticantes ou vítimas de violência.

A despeito dessas iniciativas, o fato é que, ao longo da última década, a juventude foi um dos grupos para o qual a eficácia das políticas públicas foi mais limitada. O País ainda precisa identificar melhor os pontos fortes dos programas e ações em curso, suas debilidades e, principalmente, as áreas em que seria necessário reforçá-lo. Na SAE, estamos desenvolvendo proposta para um programa de atenção integral à juventude que contemple a expansão das oportunidades, com a incorporação de valores que assegurem uma transição produtiva para a vida adulta.

output YPKMC9

Salvar

Salvar

encor medcor so crianca

Salvar

SAF520X231.jpg