Primeira pesquisa presidencial do Ibope dá vitória a Lula

A primeira pesquisa presidencial do Ibope do ano, contratada pela Confederação Nacional da Indústria-CNI, dá Luiz Inácio Lula da Silva na frente, com 33% das intenções de voto, seguido por Jair Bolsonaro, com 15%, Marina Silva, com 7%, Geraldo Alckmin, com 4%, e Ciro Gomes, com 4%.

Todos os demais candidatos somados têm 36%, o que indica claramente a chance de vitória do ex-presidente no primeiro turno. Lula continua preso em uma cela da Polícia Federal em Curitiba, após condenação em 2ª instância.

A pesquisa, registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-02265/2018 e divulgada nesta quinta-feira (28), foi realizada entre 21 e 24 de junho com 2 mil eleitores em 128 municípios. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. Sem Lula no cenário ofertado aos eleitores, as eleições tornam-se uma fraude: brancos e nulos ganham com os mesmos 33% do ex-presidente.

Sobre o presidente Michel Temer, a pesquisa aponta que apenas 4% dos brasileiros consideram ótimo ou bom o seu governo. De acordo com o levantamento, 79% avaliam a gestão do emedebista como ruim ou péssima; 61%, regular, e os eleitores que não souberam ou não responderam somam 1%. Mais de 75% dos entrevistados desaprovaram as políticas e ações do governo em todas as nove áreas pesquisadas pela CNI.

ESPONTÂNEA

Na intenção de voto espontânea (quando não é apresentada uma lista de candidatos), a pesquisa revelou o seguinte resultado: Luiz Inácio Lula da Silva (PT): 21%; Jair Bolsonaro (PSL): 11%; Marina Silva (Rede): 2%; Ciro Gomes (PDT): 2%; Álvaro Dias (Podemos): 1%; Geraldo Alckmin (PSDB): 1%; João Amôedo (Novo): 1%; Outro com menos de 1%: 3%; Branco/nulo: 31%; e Não sabe/não respondeu: 28%.

REJEIÇÃO

A pesquisa da CNI revela também o índice de rejeição dos candidatos. Fernando Collor de Mello (PTC) llidera com 32%, seguido de Jair Bolsonaro (PSL) COM 32% e Luiz Inácio Lula da silva (PT) com 31%. Os demais são: Geraldo Alckmin (PSDB): 22%; Ciro Gomes (PDT): 18%; Marina Silva (Rede): 18%; Rodrigo Maia (DEM): 13%; Fernando Haddad (PT): 12%; Henrique Meirelles (MDB): 11%; Levy Fidelix (PRTB): 10%; Aldo Rebelo (SD): 9%; Álvaro Dias (Podemos): 9%; Flávio Rocha (PRB): 9%; Guilherme Boulos (PSOL): 9%; João Gourlart Filho (PPL): 9%; Manuela D’Ávila (PCdoB): 9%; João Amôedo (Novo): 8%; Guilherme Afif: 8%; Paulo Rabello (PSC): 8%; Valéria Monteiro (PMN): 8%; Poderia votar em todos: 2%; Não sabe/não respondeu: 11%.

PESQUISA ESTIMULADA

Cenário com Lula:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT): 33%

Jair Bolsonaro (PSL): 15%

Marina Silva (Rede): 7%

Ciro Gomes (PDT): 4%

Geraldo Alckmin (PSDB): 4%

Álvaro Dias (Podemos): 2%

Manuela D'Ávila (PC do B): 1%

Fernando Collor de Mello (PTC): 1%

Flávio Rocha (PRB): 1%

Levy Fidelix (PRTB): 1%

João Goulart Filho: 0

Outro com menos de 1%: 2%

Branco/nulo: 22%

Não sabe/não respondeu: 6%

Cenário sem Lula:

Jair Bolsonaro (PSL): 17%

Marina Silva (Rede): 13%

Ciro Gomes (PDT): 8%

Geraldo Alckmin (PSDB): 6%

Álvaro Dias (Podemos): 3%

Fernando Collor de Mello (PTC): 2%

Fernando Haddad (PT): 2%

Flávio Rocha (PRB): 1%

Guilherme Boulos (PSOL): 1%

Henrique Meirelles (MDB): 1%

Levy Fidelix (PRTB): 1%

Manuela D' Ávila (PC do B): 1%

Rodrigo Maia (DEM): 1%

João Goulart Filho: 1%

Outro com menos de 1%: 1%

Branco/nulo: 33%

Não sabe/não respondeu: 8%