Procon Estadual autua lojas físicas e virtuais durante a Black Friday

  • Publicado em Matérias

A Operação Black Friday, realizada na última sexta-feira (24) pelo Procon Estadual, autuou nove das 27 lojas fiscalizadas no comércio de rua do Centro do Rio e nos shoppings Via Parque, Barra Shopping, Nova América e Norte Shopping. Além disso, foi aberta uma investigação preliminar e instituída uma autuação contra duas redes de varejo por problemas encontrados em sites.

Na fiscalização de rua, uma das principais irregularidades foi encontrada em filiais da rede Ricardo Eletro, localizadas na Rua Uruguaiana nº 118, Centro, e no Norte Shopping. Nos dois estabelecimentos, havia etiquetas indicando ofertas em móveis da Black Friday. No entanto, na parte de trás de duas delas, havia outro cartaz com data mais antiga mostrando o mesmo preço que foi anunciado nesta sexta-feira como promocional.  Em outra loja da Ricardo Eletro, no Shopping Via Parque, um cartaz anunciava descontos de até 80%, porém não havia produto a venda com este desconto. Os fiscais determinaram a retirada imediata dos cartazes contendo essa informação. O anúncio de descontos que na verdade não existiam também foi constatado em outras lojas, como a Wöllner, do Barra Shopping, e a Universo Kids, do Via Parque.

Por meio do monitoramento de preços feito pelo Procon Estadual, foi aberta uma autuação contra a B2W por problemas encontrados no site da Lojas Americanas. O monitoramento também identificou que produtos vendidos pelo site da Casas Bahia tinham prazos de entrega que superavam 90 dias sem qualquer justificativa que justificasse a demora. Isso motivou a abertura de uma investigação preliminar contra a CNova, empresa responsável pelo site. O Procon Estadual monitorou, durante uma semana, os preços de TVs, smartphones, geladeiras, fogões e aparelhos de ar condicionado nos sites das seguintes lojas: Americanas, Casas Bahia, Ponto Frio, Casa&Vídeo e Magazine Luiza.

No mesmo dia, o Procon Estadual recebeu um total de 19 denúncias, incluindo contatos pelo Procon Online (www.procononline.rj.gov.br), pelo aplicativo Meu Procon-RJ e pelo telefone 151. O número caiu em relação às 36 reclamações registradas na Black Friday do ano passado, o que pode ser explicada pela forte atuação dos órgãos de proteção e defesa do consumidor, pela ampla divulgação de dicas para o dia de promoções e por uma maior adequação por parte das empresas.