Prefeitura quer construir “genérico” da Ceasa em Caxias

  • Publicado em Matérias

            Prefeitura quer construir ok IMG 20170925 170614087 Jornal Capital Marcelo CunhaComo parte de seu projeto de obras polêmicas, o prefeito Washington Reis (PMDB), de Duque de Caxias, deu início ao seu plano de trazer a empresa Ceasa (Centrais de Abastecimento do Estado do Rio de Janeiro) do Rio de Janeiro para Duque de Caxias. A iniciativa, porém, foi desmentida categoricamente no site da empresa pelo seu diretor-presidente, Aguinaldo Balon, em comunicado feito aos “permissionários, produtores, unidades do interior, imprensa e todos os interessados".

De acordo com Balon, "não há nenhuma ação em transferir a unidade para Duque de Caxias", segundo publicação feita no site da empresa no último dia 20. A Ceasa é uma empresa vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca.

A resposta do diretor obrigou o prefeito a mudar seu discurso. Esta semana, em entrevista, disse que “a Ceasa é pequena perto do que estamos fazendo aqui”. Ou seja, não é mais a Ceasa e, sim, uma unidade “genérica”. A notícia vem sendo espalhada e, ao mesmo tempo, gerando polêmica no município através das redes sociais. O tal entreposto se instalaria em uma área de mais de 3 milhões de metros quadrados, às margens da Rodovia Washington Luiz, na altura da Refinaria Duque de Caxias (Reduc), no bairro Campos Elíseos. As obras estão estimadas em R$ 750 milhões. O espaço, o prefeito alega ser do governo Federal. Vale lembrar que a propriedade da área onde está sendo construído um cemitério municipal, também na Rodovia Washington Luiz, foi invadida pela prefeitura, segundo informa Sebastião Grusman, que se apresentou como seu legítimo proprietário.