Conexão Brasilia

Karla FerreiraAUREO , Deputado Federal (PRTB/RJ), é vice-presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Vida, Contra a Legalização do Aborto e integra várias Comissões.

A Câmara dos Deputados instalou uma Comissão Especial para discutir o Projeto de Lei 6583, de 2013, que trata sobre o Estatuto da Família. Fui indicado por meu Partido - o Solidariedade - para participar como membro de tal Comissão.

Leia mais...

Aproveitando ainda as comemorações do Dia Internacional da Mulher, que na verdade se estende por todo o mês de março, quando reconhecemos de forma oficial ser a Mulher o principal esteio de nossa sociedade, lembramos que o dia 08 de Março foi escolhido, em 1975, pela Organização das Nações Unidas - ONU, através de um decreto, tendo como objetivo a reflexão da situação dessas em todo o mundo, e não para ser apenas mais uma data festiva.

Leia mais...

Nos últimos anos percebemos que houve uma transformação surpreendente no nosso modo de vida. As implicações tecnológicas junto à sociedade contemporânea contribuíram em muito para elevar, digo, modificar a educação e o modo que vemos o mundo. A globalização força a sociedade a viver, mais do que nunca, sob o domínio das novas tecnologias. É claro que isso é bom. Ela vem para nos trazer conforto. Estamos cada vez mais dependentes de aparelhos eletrônicos, computadores e celulares. Com as novas tecnologias, a velocidade da informação e o processo de comunicação tornam-se cada vez mais comuns. É inegável a importância de acompanharmos a evolução tecnológica e a sua influência na complexa sociedade globalizada.

Leia mais...

Mandela passou 27 anos e 7 meses preso. Em 11 de fevereiro de 1990, o presidente sul-africano Frederik De Klerk mandou libertá-lo sem nenhuma concessão ao regime branco por parte de Mandela. Apenas por conta da pressão internacional.

Quando foi eleito, de forma democrática, como o primeiro presidente negro em 1994, todos pensaram que seria um governo de vingança, “da volta por cima”, dos oprimidos contra os opressores. Engano. Mandela conclamou o povo sul-africano, negros e brancos, a construir um país justo, fraterno e  sem ódio.

Leia mais...

Qual a lição que devemos tirar do Dia da Consciência Negra comemorado no dia 20 de novembro? Afora ser um feriado em alguns Estados e muitos municípios, deveríamos nos debruçar sobre o tema e nos perguntarmos por que o Brasil, um país formado por, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística-IBGE, de 2010, cinquenta por cento de negros e pardos ter que separar um dia para remeter-nos ao preconceito. A diferença não só de raça e cor, mas de acessos e oportunidades.

Leia mais...