Coluna do Moreira

bastidores_brasiliaMoreira Franco, é Ministro Chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República

Já vigora em algumas cidades brasileiras, especialmente em capitais, nova regra para o seguro desemprego, precisamente para o trabalhador que pedir o benefício pela terceira vez, em 10 anos. Ele receberá o auxílio, mas terá de fazer um curso de qualificação, habilitado pelo Ministério da Educação.

Essa preocupação com a qualificação do trabalhador desempregado é muito importante, pois, além de deixá-lo habilitado para voltar a procurar um posto no mercado de trabalho, contribui para sua permanência no novo emprego.

Leia mais...

Já vai longe a época em que vivíamos sem tanta dependência, ou quase nenhuma, da telefonia móvel. Antes, as urgências eram outras. Hoje, o celular passou a ser fundamental para a vida social, pessoal ou profissional de qualquer pessoa. As empresas, a sociedade, ninguém vive mais sem dispor do serviço.

É difícil imaginar o nosso dia a dia sem o telefone móvel. O controle sobre o espaço e o tempo em nossas vidas mudou consideravelmente depois dessa conquista. Aos poucos, fomos deixando de usar o celular apenas para falar e passamos a utilizá-lo também para enviar SMS (mensagens curtas de texto) e nos conectarmos com os diversos serviços disponíveis na internet, entre outras facilidades.

Leia mais...

O Brasil perde R$ 8 bilhões por ano, quando deixa de reciclar todo resíduo que poderia ser reaproveitado e que acaba indo para os aterros e lixões das cidades, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), órgão vinculado à SAE.

É fato. Mas esse quadro vem melhorando, embora ainda lentamente. Há muita gente enxergando na reciclagem uma oportunidade de negócio. Ou seja, entendendo que, além de contribuir para a preservação do meio ambiente, reciclar também é uma atividade capaz de gerar benefícios econômicos e financeiros.

Leia mais...

Pesquisa do Ibope, em junho, constatou que a expectativa de manutenção do emprego caiu 7,8% em relação ao mês anterior. A informação deve servir de alerta, pois não se pode arriscar a perder uma das grandes conquistas recentes, que é o aumento da ascensão ao mercado de trabalho formal e a consequente redução da informalidade.

Leia mais...

Nos últimos dias, os meios de comunicação estamparam a notícia inquietante de que o endividamento das famílias brasileiras é o maior em sete anos. Mais que dobrou nesse período. A imprensa divulgou que as dívidas estão consumindo quase 43% do que o brasileiro ganha em 12 meses.

Leia mais...